• Emannuel Bento

Recife inaugura hospital dedicado à saúde da pessoa idosa


Foto: Andrea do Rego Barros

O Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa (HECPI), localizado na Avenida Recife, 810, na Estância, ao lado do Hospital Geral de Areias, foi inaugurado em solenidade na quinta-feira (1º). O espaço vai oferecer atendimento ambulatorial, exames e leitos para internamento, incluindo UTI. De acordo com a Prefeitura do Recife, esse é o primeiro hospital do Nordeste exclusivo para o tratamento e prevenção de doenças nas pessoas idosas. Segundo o último censo realizado, a capital pernambucana conta com 200 mil pessoas na terceira idade. O início dos serviços ocorrerá de acordo com um cronograma gradual de abertura, iniciando com as consultas ambulatoriais, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. As internações funcionarão 24 horas, de domingo a domingo.


Com 8 mil m² de área construída, o hospital conta com 72 leitos, sendo 62 de enfermaria e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A unidade municipal também tem centro diagnóstico e ambulatório com 13 consultórios, onde acontecerão consultas médicas e não médicas, como as de psicologia, enfermagem e farmacêuticas. Há também quatro salas de cirurgia, leitos para recuperação pós-anestésica, salas de curativo e de exames laboratoriais, além de laboratório, farmácia e praça de alimentação. Os pacientes atendidos no hospital serão encaminhados por meio do Sistema de Regulação da Secretaria de Saúde do Recife, através das unidades de saúde da família, centros de saúde, policlínicas e outras unidades da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife.


A previsão é que sejam realizadas, mensalmente, cerca de oito mil consultas, que acontecerão de segunda a sexta-feira, entre 7h e 19h. Inicialmente serão ofertados atendimentos com médicos clínicos, geriatra, cardiologista, enfermeiro, fisioterapeuta, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social, nutricionista e fonoaudiólogo; a maioria especializada em saúde da pessoa idosa. Depois, o Hospital do Idoso também terá cirurgias geral, vascular e urológica; atendimentos com neurologista, urologista, proctologista, entre outros. A unidade municipal ainda terá capacidade para 700 internações e 500 cirurgias mensais.


Grande parte dos equipamentos médico-hospitalares do novo hospital foi herdada da rede de hospitais de campanha que a Prefeitura do Recife montou para o enfrentamento à pandemia de covid-19, como respiradores, monitores de sinais vitais, aparelho de raio-x, cardioversores para reanimação cardíaca, eletrocardiógrafo, aspirador cirúrgico, oxímetro, camas, televisões, entre outros itens.


O quadro de funcionários contará com cerca de 500 profissionais, dos quais aproximadamente 70 médicos; mais de 100 outros profissionais de nível superior, como enfermeiros e assistentes sociais, além de mais de 300 profissionais de nível médio e técnico. Todos estão sendo contratados pela Fundação Professor Martiniano Fernandes - organização social responsável por gerir a unidade.

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar