• Emannuel Bento

Novembro Azul: O papel da alimentação na prevenção do câncer de próstata



O câncer de próstata é o segundo que mais atinge homens no Brasil, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Por isso, a campanha mundial Novembro Azul é relevante para que o país busque conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do tumor. Como em muitos casos na área da saúde, esse cuidado pode começar na alimentação. O nutrólogo e especialista em medicina preventiva, Humberto Arruda, revela que existem alimentos que previnem o câncer de próstata e outros que podem influenciar o aparecimento da doença, em pacientes com predisposição à ela.


"Fazer uma dieta seletiva também é fundamental para a saúde do aparelho reprodutor, são alimentos fáceis de encontrar para serem inseridos no dia a dia para a mesa do homem saudável. O câncer da próstata atinge principalmente homens com mais de 40 anos e histórico de câncer na família, e está ligado a uma dieta repleta de alimentos processados como fast food ", pontua Arruda.


Vegetais como brócolis, couve flor e espinafre podem gerar benefícios para diminuição de casos de câncer de próstata por serem considerados ricos em ácido fólico, nutriente que combate o efeito dos radicais livres nas células. O consumo de alho e cebola também pode desacelerar em até 30% as chances de câncer de próstata, de acordo com estudo publicado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI). Por serem compostos sulfurosos, nutrientes antioxidantes que impedem a ação dos radicais livres, diminuem os riscos de incidência no organismo do homem.


Nesta mesma linha, o tomate também se integra à alimentação por ser rico em licopeno, substância de alto poder antioxidante. Nozes, amêndoas e avelã também entram na lista, sendo este grupo rico em selênio, mineral com ação antioxidante e que ajuda na renovação das células. O ômega-3 presente em peixes de água salgada como o salmão é um tipo de gordura boa que atua como anti-inflamatório e antioxidante, melhorando a saúde das células e prevenindo doenças como câncer e problemas cardíacos.


“Não é novidade que os hábitos à mesa influenciam na incidência de doenças. A presença de frutas, verduras e legumes no cotidiano é ligada a vários benefícios, já que são itens ricos em fibras, vitaminas, minerais, antioxidantes”, finaliza Arruda.


#novembroazul #câncerdeprostata

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar