• Cristiane Sales

Governo de Pernambuco divulga registro de queda no número de vítimas da covid-19



Passados quatro meses dos primeiros registros de casos de Covid-19 no Estado, o governador Paulo Câmara, em novo pronunciamento, nesta segunda-feira (20), destacou a permanência de queda no número de vítimas da pandemia do novo coronavírus, no Estado. Após reunir o Gabinete de Crise, a gestão confirmou mais uma semana de redução expressiva no total de óbitos provocados pelo vírus em Pernambuco. "Se nos detivermos ao número de mortes mês a mês, fica claro que o mês de maio registrou o pico mais alto da doença no Estado e, desde então, temos notado uma diminuição expressiva na quantidade de vítimas da Covid-19", afirmou Paulo Câmara. O governador pontuou que dividindo as quatro macrorregiões, percebe-se que a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata demonstram uma retração consolidada da epidemia, enquanto o Agreste e o Sertão ainda precisam de uma maior atenção. "No próximo sábado (25), vamos abrir novos leitos de UTI nos municípios de Serra Talhada e Petrolina, por exemplo, para seguir reforçando a rede de saúde também no Sertão", adiantou o chefe do Executivo Estadual. Os novos leitos que já foram abertos nos municípios de Caruaru e Bezerros estão em operação para atender a população do Agreste e diminuir a taxa de ocupação de leitos naquela região. LEITOS NO INTERIOR


O interior de Pernambuco passa a contar com 30 novos leitos de UTI dedicados à Covid-19, sendo 20 no Agreste e 10 no Sertão. Em Bezerros, 10 leitos de terapia intensiva foram contratualizados junto ao Hospital Jesus Pequenino - a unidade também passou a disponibilizar  outros 10 leitos de enfermaria para a gestão estadual. Ainda na região, outras 10 vagas de UTI estão sendo contratadas na Casa de Saúde do Perpétuo Socorro - unidade de saúde privada localizada em Garanhuns. O contrato está sendo assinado nesta segunda-feira e os leitos estarão disponíveis para pacientes do SUS ainda no dia de hoje. Já em Petrolina, 10 novos leitos de UTI foram abertos na Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), que agora totaliza 20 vagas para pacientes graves com suspeita, ou confirmação da Covid-19. Desde o início da pandemia da Covid-19, o Governo de Pernambuco tem se comprometido a garantir a assistência de pacientes suspeitos ou confirmados da doença. Para isto, está sendo realizado o maior esforço de abertura de leitos da história da Saúde Pública no Estado. Ao todo, com a abertura dessas novas vagas, o Estado totaliza 1.794 leitos dedicados à doença, sendo 837 de UTI.  Desse total, 680 leitos estão instalados no interior, sendo 247 de UTI. “Temos atuado, permanentemente, para qualificar a rede de atendimento a todos os pernambucanos que precisam de assistência. Por determinação do Governador Paulo Câmara, estamos realizando um grande esforço logístico e de mobilização de recursos humanos para ampliar esta oferta de leitos em cada macrorregião de Pernambuco, descentralizando, assim, o número de vagas e disponibilizando leitos por todo o território. Temos monitorado diariamente os dados da doença, inclusive sua evolução no interior, e atuado na vigilância dos casos e também para garantir a estrutura necessária na rede de saúde”, destaca o secretário André Longo. ATENDE EM CASA


O município de Belo Jardim, no Agreste, ligado à IV Gerência Regional de Saúde (Geres), inicia, a partir desta terça-feira (21/07), marcação da testagem da Covid-19 pelo Atende em Casa (www.atendeemcasa.pe.gov.br ou por smartphones com sistema Android). Agora, os munícipes de 143 cidades pernambucanas (lista completa no portal.saude.pe.gov.br) que apresentarem sintomas gripais podem fazer o agendamento do exame pela ferramenta on-line. Nas localidades que ainda não aderiram ao agendamento do exame pela ferramenta, as marcações devem ser feitas diretamente na rede de saúde de referência de cada município. Estão sendo ofertados exames do tipo RT-PCR (swab nasofaríngeo), indicado para quem está com sintomas gripais até o sétimo dia do início do quadro, podendo, porém, ser estendido até o décimo dia, caso persistam os sintomas; e o teste rápido, para os casos em que o paciente esteja há mais de sete dias do início dos sintomas e também com mais de 72h desde o desaparecimento dos sintomas.   Importante lembrar que, desde a última quarta (15/07), a testagem foi ampliada para todos aqueles que apresentam sintomas gripais, em um esforço permanente do Governo de Pernambuco para expandir esse tipo de exame para a população pernambucana.

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar