• Cristiane Sales

Cirurgia robótica urológica é tratamento eficaz para câncer de próstata



O mês de novembro é dedicado à saúde do homem, com a campanha Novembro Azul, de prevenção e alerta para diagnóstico precoce do câncer de próstata. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), somente para 2020 são esperados mais de 65 mil novos casos da doença no Brasil. A partir dos 50 anos, o paciente deve procurar o especialista uma vez ao ano. Aqueles que têm histórico de câncer de próstata na família devem iniciar o check up aos 45 anos. Fatores externos, como alimentação saudável, prática de exercícios físicos e consumo de álcool e tabagismo contribuem para a prevenção.


O acompanhamento também deve ser mantido por aqueles pacientes que já foram diagnosticados com a neoplasia e passaram por tratamento. “As consultas de rotina são importantes para detectar a doença em seu estágio inicial. Sem sintomas, os exames mostram os primeiros sinais”, alerta o cirurgião urológico do Hospital Esperança Recife, Misael Wanderley.


Um dos tratamentos possíveis para o câncer de próstata, quando necessário, é a cirurgia robótica. Com câmera 3D, o cirurgião tem uma melhor visão do campo operatório, as pinças aumentam a precisão dos movimentos, com melhor alcance. A técnica permite a preservação dos nervos de ereção e do controle urinário.


Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a redução das cirurgias urológicas eletivas chegou a 50% este ano, o que pode indicar uma falta de diagnóstico de doenças. Não é apenas na pandemia que a doença merece atenção. Nos anos anteriores, cerca de 25% dos pacientes foram à óbito e aproximadamente 20% foram diagnosticados em estágios avançados, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).


O Hospital Esperança Recife é o maior centro de cirurgia robótica do Norte/Nordeste, com 1.100 procedimentos realizados na especialidade, acumulando experiência para proporcionar o melhor tratamento e acolhimento para o paciente. A inovação tecnológica permite intervenções menos invasivas, com menor risco de hemorragias e infecções, menor dor pós-operatória, uma recuperação mais rápida e o retorno mais cedo às atividades cotidianas e ao trabalho.


Os procedimentos não devem ser adiados por conta da cirurgia. Comprovadamente, tratamentos oncológicos iniciados com um diagnóstico precoce têm maiores chances de cura. Todos os hospitais da Rede D’Or São Luiz estão preparados para oferecer segurança a todos os seus pacientes. Foram adotados fluxos de atendimento apartados para pacientes com síndromes gripais, com estruturação das emergências, assim como áreas definidas para internamento em UTI e em apartamentos. Essas estruturas se mantém vigentes, tornando mais seguro o atendimento para todos.

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar