• Cristiane Sales

Pernambuco tem 1.453 novos casos da Covid-19



A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta quarta-feira (08/07), 1.453 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 1.276 (88%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 177 (12%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 67.604 casos já confirmados, sendo 20.575 graves e 47.029 leves. Além disso, o boletim de hoje registra mais 1.159 pessoas curadas da Covid-19 em Pernambuco, totalizando agora 47.881 pessoas que superaram a doença. Desse total, 10.145 são de casos graves, que demandaram leitos no sistema de saúde, e 37.736 casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 180 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países. Também foram confirmados laboratorialmente 89 óbitos (sendo 38 do sexo feminino e 51 do sexo masculino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (2), Agrestina (2), Água Preta (1), Araripina (1), Barreiros (2), Belo Jardim (3), Bezerros (1), Cabo de Santo Agostinho (3), Camaragibe (5), Carpina (1), Caruaru (3), Escada (3), Garanhuns (2), Goiana (1), Gravatá (8), Igarassu (2), Iguaraci (1), Ipojuca (1), Itapissuma (1), Jaboatão dos Guararapes (7), Joaquim Nabuco (1), Olinda (10), Passira (1), Paulista (5), Petrolina (1), Recife (10), Ribeirão (1), São José da Coroa Grande (1), São Lourenço da Mata (3), Serra Talhada (1), Triunfo (1), Vitória de Santo Antão (4). Com isso, o Estado totaliza 5.323 mortes pela doença. As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 12 de abril e 7 de julho. Do total de mortes no informe de hoje, 68 (76%) ocorreram nos meses de abril, maio e junho. As outras 21 (24%) ocorreram neste mês de julho. Os pacientes tinham idades entre 22 e 100 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (7), 50 a 59 (14), 60 a 69 (19), 70 a 79 (23), 80 anos ou mais (23). Dos 89 pacientes que vieram a óbito, 50 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (23), diabetes (19), doença cardiovascular (12), doença renal (6), doença respiratória (6), tabagismo/histórico de tabagismo (6), câncer (5), obesidade (3), AVC (2), doença hematológica (1), anemia (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 16.561 casos foram confirmados e 21.196 descartados. O Boletim de hoje também traz, em sua parte final, o detalhamento das testagens destes profissionais, com dados relativos aos números apresentados no documento da última terça-feira (07/06). Até ontem, do total de profissionais de saúde que contraíram a doença (16.455), 91,8% já estão curados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais. ATENDE EM CASA


Tacaimbó, no Agreste, passou a fazer parte do Atende em Casa nesta quarta-feira (08/07). As mais de 12,8 mil pessoas do município já podem, por meio do aplicativo, receber orientações em casos de quadros gripais, além de oferecer suporte emocional para a população com suspeita da Covid-19 que apresente sofrimento psíquico. Agora, já são 177 municípios (95,67% das cidades pernambucanas) assistidos pela tecnologia, em todas as XII Gerências Regionais de Saúde (Geres), beneficiando cerca de 9,4 milhões de pessoas (98,47% da população total do Estado). O Atende em Casa já conta com mais de 88,1 mil usuários cadastrados. Ao todo, entre os usuários que passaram por teleorientação com profissional, mais de 9,9 mil pessoas foram orientadas a procurar uma unidade de saúde e mais de 15,3 mil a permanecer em isolamento domiciliar. Até o momento, 126 teleacolhimentos foram realizados pela equipe de psicólogos da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), responsável pelos atendimentos em todo o Estado com exceção do Recife, que atende seus próprios moradores. O aplicativo, disponível pelo site www.atendeemcasa.pe.gov.br e para smartphones com sistema Android, permite que médicos, enfermeiros ou residentes médicos façam videochamadas e orientações aos usuários. Mais de 100 profissionais de saúde foram treinados pela SES-PE para atuação no Atende em Casa, reforçando as escalas de plantão. Os profissionais recebem orientações quanto ao uso do aplicativo, protocolos clínicos da Covid-19 e fluxo de atendimento nas unidades de saúde. Além da teleorientação e do teleacolhimento, a ferramenta também passou a auxiliar os municípios pernambucanos no agendamento das testagens para a Covid-19 para o público prioritário para o exame. O objetivo é facilitar o acesso e apoiar os gestores municipais que desejarem aderir a essa funcionalidade. Os agendamentos serão realizados de acordo com a sintomatologia do usuário. Os municípios disponibilizam a agenda de suas unidades de saúde e o paciente é referenciado para o serviço mais próximo de sua casa, de acordo com o exame preconizado para o caso, que pode ser o RT- PCR, indicado para o início dos sintomas, ou o teste rápido. Os municípios que não aderirem ou que ainda não estão com essa funcionalidade ativa podem realizar os testes utilizando seus próprios fluxos. A lista dos municípios está disponível no portal.saude.pe.gov.br.

#CoronavírusemPernambuco #coronavírus

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar