• Cristiane Sales

Pernambuco registra 509 novos casos de coronavírus


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (07/07), 509 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 381 (75%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 128 (25%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 66.151 casos já confirmados, sendo 20.398 graves e 45.753 leves. Além disso, o boletim registra 46.722 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 10.096 são de casos graves e 36.626 casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 180 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países. Também foram confirmados laboratorialmente 71 óbitos (sendo 39 do sexo feminino e 32 do sexo masculino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (1), Agrestina (1), Araripina (1), Belo Jardim (1), Bezerros (1), Bom Conselho (1), Cabo de Santo Agostinho (2), Cachoeirinha (2), Camaragibe (2), Canhotinho (1), Carpina (1), Caruaru (5), Casinhas (1), Catende (1), Cortês (1), Garanhuns (3), Gravatá (2), Igarassu (1), Ipojuca (1), Itapissuma (1), Jaboatão dos Guararapes (4), João Alfredo (1), Jucati (1), Olinda (2), Passira (1), Paulista (1), Recife (24), São Lourenço da Mata (2), São Vicente Férrer (1), Timbaúba (1), Trindade (2) e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 5.234 mortes pela doença. As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 25 de abril e 6 de julho. Do total de mortes no informe de hoje, 44 (62%) ocorreram entre o dia 25 de abril e 3 de julho. As outras 27 (38%) ocorreram nos últimos três dias. Os pacientes tinham idades entre 44 e 90 anos. As faixas etárias são: 40 a 49 (3), 50 a 59 (11), 60 a 69 (20), 70 a 79 (14), 80 anos ou mais (23). Dos 71 pacientes que vieram a óbito, 50 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (30), hipertensão (27), doença cardiovascular (25), doença respiratória (6), doença renal (5), obesidade (4), tabagismo/histórico de tabagismo (3), histórico de AVC (3), câncer/histórico de câncer (3), doença de Alzheimer (3), doença hematológica (1), doença pulmonar (1), epilepsia (1) e doença neurológica (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 16.455 casos foram confirmados e 20.769 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde. TAXA DE OCUPAÇÃO


Na semana em que o Estado atingiu a marca de 801 leitos de UTI destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados para a Covid-19, a ocupação de leitos de terapia intensiva exclusivos para a doença na Região Metropolitana do Recife (RMR) alcançou, nesta terça-feira (07/07), a marca de 68%. Já a ocupação média de terapia intensiva do Estado está em 70%. O percentual é o menor registrado em Pernambuco desde o final de março. Essa taxa de ocupação, monitorada permanentemente pela Central de Regulação de Leitos de Pernambuco, aponta que o Estado continua em tendência de queda dos indicadores relacionados ao novo coronavírus. "Isso revela a importância dos esforços de todos - não só da abertura de leitos, como também a determinação e compreensão dos pernambucanos, que quando puderam e quando foi preciso, ficaram em casa e promoveram um dos melhores isolamentos sociais do Brasil. É graças a isto que, agora, estamos podendo prosseguir com muita segurança no nosso Plano de Convivência, sempre com base nos indicadores epidemiológicos. E mais uma vez ressalto: para não darmos para trás, precisamos que todos continuem adotando as medidas de distanciamento social, os cuidados de higiene e o uso correto das máscaras sempre que for preciso sair de casa. Nossa batalha contra a Covid-19 não acabou. O vírus ainda está entre nós e, para seguirmos em frente, precisamos do cuidado e da responsabilidade de todos", ressaltou o secretário André Longo em coletiva de imprensa transmitida no canal do Youtube do Governo.


SERRA TALHADA


O Governo de Pernambuco encaminhou para o município de Serra Talhada, no Sertão do Estado, nesta terça-feira um comboio com 12 caminhões carregados com 35 respiradores, monitores multiparâmetro, camas hospitalares, concentradores de oxigênio, eletrocardiógrafos, equipamentos de raio-x, além de outros insumos e equipamentos para assistência à Covid-19 na região. A entrega do aparato é mais um passo do Governo de Pernambuco para a abertura, nos próximos dias, do Hospital Geral do Sertão Eduardo Campos e do Hospital de Campanha de Serra Talhada. Ao todo, serão colocados em funcionamento nos serviços 158 leitos, sendo 30 de UTI. "A abertura das duas unidades serão essenciais para garantir à assistência à Covid-19 na III macrorregião de Saúde, que tem sede em Serra Talhada, possibilitando que o Governo possa acompanhar e combater a movimentação da doença no interior do Estado", explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

#CoronavírusemPernambuco #coronavírus #Covid19 #SESPE

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar