banner1.jpg
  • Cristiane Sales

Covid-19: PE identifica 246 novos casos da doença hoje


Foto: Pixabay

O boletim também registra 28.894 pessoas curadas da Covid-19 no Estado.

O número de casos confirmados, de óbitos e de solicitações de vagas de UTI para pacientes com a Covid-19 vêm caindo em Pernambuco desde a segunda quinzena do mês de maio. Nesta segunda-feira (15/06), a Central de Regulação de Leitos de Pernambuco registrou a menor taxa de ocupação desde o dia 10 de abril, com 87%. O percentual indica que, no momento, há 115 vagas de terapia intensiva disponíveis para o tratamento da doença provocada pelo novo Coronavírus. Essa taxa de ocupação integra um conjunto de dados consolidados hoje (15/06) pela Secretaria Estadual de Saúde, que apontam para uma tendência de queda dos indicadores no mês atual. O Ministério da Saúde divide o ano em 52 semanas epidemiológicas. A primeira semana de 2020 teve início no domingo, 29 de dezembro de 2019, e se encerrou no sábado, 4 de janeiro deste ano. O pico de óbitos e casos do novo coronavírus em Pernambuco foi registrado na semana epidemiológica 20 – de 10 a 16 de maio. Já o sistema de saúde teve a maior demanda por leitos de terapia intensiva na semana seguinte, de 17 a 23 de maio. “Analisando os dados, é possível perceber claramente uma redução nas últimas três semanas. São números importantes, mas precisamos manter a cautela e a responsabilidade na condução dos próximos passos. A epidemia não tem se comportado de maneira uniforme em todo o Estado. Tivemos um aumento de demanda por leitos de UTI no Agreste e Zona da Mata, motivo pelo qual essas regiões não acompanharam a reabertura do varejo nesta segunda-feira, como o restante do Estado”, afirmou o governador Paulo Câmara. Para estabelecer os gráficos da evolução dos casos, óbitos e demandas de UTI por semana epidemiológica, o Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 utilizou os dados da saúde relativos à data de ocorrência do fato. “Estamos sendo bem conservadores na avaliação dos dados ao utilizar as informações de casos e óbitos até a semana 23. Não avaliamos a semana 24, encerrada no último sábado, por admitir que os números podem sofrer uma variação significativa, com exames ainda a serem concluídos. Já os dados de solicitações de UTI não sofrem esse atraso, e os indicadores mais recentes estão nas nossas planilhas”, explicou o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo. Por sua vez, o secretário de Saúde, André Longo, adiantou as próximas etapas do enfrentamento da epidemia. “Teremos ainda a expansão do número de leitos, tanto na Região Metropolitana do Recife quanto no interior, além do aumento na capacidade de testagem e o reforço da mensagem para que as pessoas continuem fazendo o isolamento social e saindo de casa apenas em casos de extrema necessidade. Ainda teremos um tempo longo de convívio com a doença e todos precisamos nos adaptar”, concluiu Longo. DADOS


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta segunda-feira (15/06), 246 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 143 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 103 como leves. Agora, Pernambuco totaliza 45.507 casos já confirmados, sendo 17.246 graves e 28.261 leves. Além disso, o boletim registra 28.894 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 7.256 são de casos graves e 21.638 casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 168 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países. Também foram confirmados laboratorialmente 31 óbitos (sendo 16 do sexo feminino e 15 do sexo masculino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Recife (10), Olinda (4), Jaboatão dos Guararapes (3), Carpina (2), Abreu e Lima (1), Agrestina (1), Araçoiaba (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Capoeiras (1), Caruaru (1), Catende (1), Ipubi (1), Limoeiro (1), Palmeirina (1), Serra Talhada (1) e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 3.886 mortes pela doença. Os óbitos aconteceram entre os dias 25 de abril e 14 de junho e os pacientes tinham idades entre 37 e 93 anos. Dos 31 pacientes que vieram a óbito, 22 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (8), hipertensão (8), doença cardiovascular (3), câncer (2), síndrome demencial (2), doença renal (2), tabagismo/histórico de tabagismo (2), doença de Alzheimer (1), histórico de etilismo (1), doença pulmonar (1), doença hepática (1) e doença do aparelho digestivo (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (2), 50 a 59 (4), 60 a 69 (7), 70 a 79 (5), 80 ou mais (12). Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 13.778 casos foram confirmados e 15.089 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

#CoronavírusemPernambuco #coronavírus #SESPE #Covid19

Artigo02.png
banner2.jpg
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo