• Cristiane Sales

Doenças urológicas: Especialista alerta que o atendimento precoce evita o agravamento dos casos



Os atendimentos de emergência mais comuns para urologia são casos de cálculos renais, sangramento urinário, retenção urinária e eventualmente torção testicular. As doenças urológicas podem precisar de um atendimento de urgência e até de internações e procedimentos cirúrgicos. Os pacientes não devem deixar de buscar atendimento médico nessas situações, antes que os sintomas piorem e o caso se agrave.


Algumas situações, apesar de não apresentarem sintomas agudos, necessitam de avaliação, acompanhamento e até intervenção cirúrgica, mesmo nessa situação de pandemia. Tumores de rins, tumores de bexiga e próstata não podem ser negligenciados e cada situação deve ser particularizada, pois nem sempre podemos esperar. As cirurgias, quando necessárias, seguem a tendência de procedimentos minimamente invasivos e com alta o mais precoce possível. Seguindo processos rigorosos estabelecidos de biossegurança com proteção do paciente e equipe médica, na maioria dos casos, os pacientes recebem alta 24 horas após o procedimento.


Os pacientes que já têm histórico de cálculo renal, ou pedras nos rins, devem ficar atentos. A migração das pedras para o ureter, canal que transporta a urina até a bexiga, pode provocar dores intensas e até intervenção cirúrgica. Por isso, é preciso buscar atendimento para evitar complicações. “O quadro de cálculo renal associado a uma infecção pode levar a uma internação que seria desnecessária, caso o paciente tivesse buscado o atendimento no início dos sintomas”, explica Roberto Lucena, cirurgião urológico do Hospital Esperança Recife.


O sangramento na urina pode ser o sintoma de doenças mais graves, como tumores na bexiga e na próstata ou infecções. Normalmente, acomete pessoas mais idosas, mas se o paciente perceber o sangramento deve procurar atendimento médico para evitar o agravamento do quadro. A dificuldade para urinar também precisa de atenção. Em alguns casos, o paciente pode necessitar de uma sonda em atendimento de urgência.


“É preciso que os pacientes compreendam que devem procurar um atendimento de urgência no início dos sintomas, quando o caso ainda é simples, e não apenas na situação mais grave, que pode levar a uma complicação. O agravo à saúde pode ocorrer por não buscar o atendimento médico de rotina”, explica o cirurgião urológico Roberto Lucena.


Já os homens jovens devem ficar atentos a dores nos testículos, que podem ser sintomas de doenças como torção do órgão ou infecção. Em ambos os casos, o quadro pode evoluir para um quadro mais grave, se não tratado no início.


#DoençasUrológicas #Urologia #HospitalEsperança

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar