• Ana Carla Santiago

Professores e estudantes da UFPE desenvolvem cartilha com orientações do uso de máscaras em crianças


Em parceria com o Hub Educat, o grupo criou o material para orientar pais e cuidadores de crianças quanto ao uso do equipamento de proteção individual (EPI).


Professores e estudantes do Departamento de Enfermagem e do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em parceria com o Hub Educat, lançaram uma cartilha de orientações quanto ao uso da máscara em crianças, dedicada para pais e cuidadores. Ela faz parte de uma série de cartilhas, criadas com o objetivo de desenvolver tecnologias educacionais para profissionais de saúde e comunidade durante a pandemia do novo coronavírus.


De acordo com os dados da Secretaria de Saúde de Pernambuco, 182 crianças com idade de zero a 9 anos foram infectadas com o coronavírus no estado até ontem (25). Por isso, a cartilha “Enfrentamento da Covid-19 - Uso de máscara facial: orientações para pais e cuidadores de crianças” chega em um momento importante para que pais e responsáveis possam se orientar de forma correta quanto ao uso da máscara nos pequenos. O material contém várias informações, como a importância de utilizar o equipamento de proteção individual (EPI), como ele deve ser usado com as crianças e quais os cuidados que devem ser tomados na sua utilização.


Outra questão muito importante é a idade mínima para se utilizar máscara: os profissionais revelam que o EPI deve ser usado a partir dos três anos, já que em idades inferiores há o risco de asfixia, sufocamento e umidade do material por causa de saliva, coriza ou refluxo. Os que já podem utilizar a máscara devem fazer isso com a supervisão de um responsável e apenas quando for sair de casa.


Além disso, a cartilha recomenda formas divertidas de introduzir a proteção na rotina dos pequenos, para que eles não tenham medo de usá-la. São medidas práticas que podem ajudar os pais e cuidadores a protegerem da melhor forma os menores.


A cartilha conta com a contribuição dos professores da UFPE Vilma Macêdo, Ana Paula Esmeraldo, Gabriela Cunha, Maria Ilk, Weslla Albuquerque e Maria Auxiliadora, assim como Ana Catarina, enfermeira e servidora da Secretaria de Saúde de Pernambuco. Todos eles desenvolvem pesquisas na área de saúde da criança. O projeto conta ainda com mais duas cartilhas: “Cuidados pós-morte no âmbito hospitalar: Covid-19”, que orienta profissionais da saúde em relação a esses procedimentos, e “Covid-19 - Medidas preventivas: operadores de caixa, que traz orientações de proteção para os profissionais que atuam nos supermercados.


Cartilhas


Todas as cartilhas desenvolvidas pelo grupo estão disponíveis gratuitamente no site do Programa de Pós Graduação em Enfermagem da UFPE e também no instagram pelo @ppgenfufpe.


#UFPE #HubEducat #Máscara #coronavírus #Covid19

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar