• Cristiane Sales

Secretaria de Saúde do Recife capacita profissionais para orientar turistas sobre coronavírus


Cerca de 20 mil folders em quatro idiomas estão sendo distribuídos em hotéis, porto, aeroporto, pólos de carnaval e pontos turísticos


De olho no aumento do número de turistas na capital pernambucana por causa do período carnavalesco, profissionais da Secretaria de Turismo Esportes e Lazer do Recife (Seturel), representantes do trade turístico, do Sindicato dos Taxistas e motoristas de aplicativos de transporte estão sendo capacitados pela Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura do Recife, sobre o novo coronavírus, nesta semana. As orientações, que começaram a ser dadas nessa terça (18) e quinta-feira (20), fazem parte dos preparativos da rede municipal de saúde para receber possíveis casos suspeitos da doença, batizada de COVID 19. O objetivo é deixar os profissionais que lidam com turistas aptos a dar as primeiras orientações sobre o novo vírus e tranquilizar os visitantes sobre a situação na capital pernambucana.


Na manhã desta quarta-feira (19), o treinamento foi voltado a cerca de 50 representantes de grandes hotéis do Recife e de outros destinos procurados do Estado, como Porto de Galinhas. As orientações foram dadas no Hotel Internacional Palace Lucsim, em Boa Viagem, através de uma parceria da Sesau Recife com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PE). Os participantes também receberam parte dos 20 mil folders informativos em português, inglês, espanhol e mandarim que estão sendo distribuídos pela Sesau Recife em hotéis, porto, aeroporto, polos de carnaval e pontos turísticos. O material informativo está disponível para download no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br)


Na tarde dessa terça-feira (18), a Secretaria de Saúde do Recife também capacitou cerca de 50 profissionais da Secretaria Municipal de Turismo, Lazer e Esportes (Seturel) do Recife, no Bairro do Recife. A Vigilância Epidemiológica do Recife também está dando orientações sobre o coronavírus a representantes do Sindicato dos Taxistas de Pernambuco e de motoristas de aplicativos como 99 Pop e Uber, para que eles repassem para os demais profissionais. Somente o Sindicato dos Taxistas tem cerca de seis mil motoristas cadastrados.


Para o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, é importante que o trade turístico aprenda os critérios de definição de casos suspeitos para saber identificar quando é necessário agir. “Vocês são uns dos primeiros a terem contato com os turistas, por isso precisamos que vocês estejam bem informados e saibam como proceder. Hoje temos cinco casos suspeitos no Brasil e nenhum na nossa região. Não há nenhuma indicação técnica de evitar vir ao País neste Carnaval. Temos que ficar em alerta, mas sem entrar em pânico. A Sesau Recife tem promovido diversas capacitações e podemos dizer que o Recife está preparado para lidar com o COVID-19, caso surjam casos da doença”, afirmou o gestor, que é infectologista.


O diretor-executivo da ABIH-PE, Carlos Maurício Periquito, aprovou a iniciativa da Secretaria de Saúde do Recife e ainda levou para a capacitação empresários de hotéis de outros destinos procurados do Estado, como Porto de Galinhas. “Estamos com expectativa de ocupar mais de 95% da rede hoteleira. Foi muito bom ter essa oportunidade de orientar bem nossa equipe, tendo acesso a informações para agirmos de forma correta”.


Nas últimas semanas, profissionais da Atenção Básica, Média e Alta Complexidade e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), agentes redutores de danos, além dos núcleos de epidemiologia das unidades de saúde municipais e privadas, receberam treinamento sobre as características do coronavírus e dos sinais, sintomas e tratamento do COVID 19; como identificar casos suspeitos, como deve ser o fluxo de notificação, como conduzir os pacientes que venham a procurar as unidades municipais com sintomas de infecção por coronavírus, como evitar a transmissão do coronavírus e outros vírus, entre outras orientações.


Para atingir um maior número de profissionais, também estão sendo enviadas, por Whatsapp, vídeo-aulas para mais de 2.500 servidores da Secretaria de Saúde do Recife. Também foram disponibilizados cerca de mil cartazes para unidades da rede municipal municipal de saúde.


Como o epicentro da disseminação desse surto de coronavírus é a China, profissionais do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância à Saúde (Cievs) do Recife também fizeram uma visita técnica ao Consulado Chinês, para passar orientações sobre a doença e o que devem fazer caso tenham conhecimentos de pessoas que vão para a China ou voltaram de lá com sintomas de COVID-19.


Durante os dias da folia de Momo, o Cievs estará a postos 24 horas por dia com equipe de plantão para realizar o monitoramento e investigação de casos de doenças de interesse à saúde pública, tentando conter, com agilidade, a transmissão de doenças e a ocorrência de surtos. Nesse período festivo, a atenção já é sempre redobrada por causa do grande fluxo de turistas no Recife, que podem trazer vírus típicos das cidades onde moram e que comumente não circulam na capital pernambucana. Este ano, há uma atenção especial por causa do risco de chegada do novo coronavírus no País.


» Faça o download dos folders com as orientações sobre o coronavírus em quatro línguas:


Português - https://bit.ly/3226UKU

Mandarim - https://bit.ly/37nWJkF

Inglês - https://bit.ly/37u442m

Espanhol - https://bit.ly/3bDIU5e


#coronavírus #Carnaval #Covid19 #Sesau

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar