• Cristiane Sales

Operation Walk Chicago: Mutirão de cirurgias de joelho termina nesta sexta-feira (22)


45 pacientes com indicação para procedimento de artroplastia voltarão a andar após implante de prótese

Uma parceria entre o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o Hospital Dom Helder Câmara (HDH) e a organização médica humanitária norte-americana Operation Walk Chicago, que presta serviços médicos gratuitos em todo o mundo, está beneficiando 45 pacientes que possuem algum tipo de patologia nos membros inferiores e necessitam de cirurgia ortopédica para voltar a andar. Todos realizam até esta sexta-feira (22/11) artroplastia do joelho, quando há a substituição da articulação por uma prótese, permitindo que haja a recuperação da mobilidade. O mutirão ocorre no HDH, localizado no Cabo de Santo Agostinho, e está sendo realizado por profissionais da unidade de saúde, além do grupo de 30 voluntários da ONG internacional, entre médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. "Essa iniciativa é de fundamental importância na medida em que possibilita a realização dessas cirurgias na rede estadual, com a colocação de próteses de joelho de alto custo e permitindo que estes pacientes também sejam auxiliados nas suas reabilitações", afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo. Esta é a segunda vez que a organização missionária vem ao Estado. A primeira edição do mutirão ocorreu em 2017, proporcionando que 45 pacientes voltassem a andar após a realização de cirurgias de quadril. "Com o apoio do Operation Walk, tentaremos trazer mais qualidade de vida para essas pessoas, já que após a recuperação da cirurgia, poderão assumir suas funções, retornar às atividades de trabalho, estudo e finalmente voltar a ter uma vida normal. Nós temos a perspectiva de, dentro do possível, a cada dois anos, realizarmos esse tipo de missão e contemplarmos, a cada mutirão, um número maior de pessoas”, pontua o superintendente do HDH, Júlio Arraes. Os pacientes que estão sendo contemplados com as cirurgias já são egressos de unidades de saúde estaduais. “O objetivo é que esse tipo de serviço continue acontecendo dentro do hospital mesmo sem a presença dos missionários do Operation Walk Chicago. Sendo assim, eles deixam um legado para que nossa equipe dê andamento às cirurgias. Temos a expectativa que essa missão seja tão exitosa quando a primeira em 2017”, conclui Júlio Arraes. Também entram como parceiros na ação o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-PE), além de Cone Multimodal e Stricker.


#OperationWalkChicago #SESPE #HospitalDomHelderCâmara #cirurgiaortopédica

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar