• Cristiane Sales

Confira as dicas para se alimentar bem durante o Carnaval


O folião também não deve descuidar do consumo de água durante a festa de Momo

Com a proximidade do Carnaval, os foliões pernambucanos já começam a organizar sua agenda de festejos. Mas é preciso ficar atento a outras questões importantes que vão além do roteiro da folia. Nessa época, uma das principais recomendações da Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Estadual de Saúde (SES) diz respeito aos cuidados com a alimentação e hidratação no período da festa de Momo.


Partir para folia em jejum ou pular refeições são alguns dos erros mais comuns cometidos pelos foliões. Por isso, a dica é preparar um café-da-manhã reforçado, com alimentos ricos em carboidratos, fibras e proteínas para fornecer a energia ideal ao corpo. “O nosso cardápio regional, com inhame, macaxeira, tapioca e milho cozido, acompanhados das proteínas, a exemplo do queijo e ovos, são boas opções. O folião também deve evitar ingerir alimentos gordurosos e frituras, pois a digestão desses itens é lenta, diminuindo a nossa disposição”, pontua a coordenadora de Nutrição da SES, Rijane Barros. "Por isso, dê sempre preferência aos alimentos de fácil digestão, como frutas e verduras, assim como itens de preparação mais leve, como assados e grelhados", completa.

Na rua, os cuidados com a alimentação precisam ser redobrados. A primeira recomendação é observar cautelosamente as condições de higiene dos locais em que você vai se alimentar, assim como as vestimentas e acessórios usados por quem prepara os lanches. “O folião precisa ter um olhar vigilante para esses detalhes, como a aparência dos alimentos, do manipulador e o local em que estão expostos. Observar, por exemplo, se o manipulador da comida usa luvas, toucas e outros acessórios de proteção faz toda a diferença. É essencial também ficar alerta para alguns itens, como frutos-do-mar, maionese e outros molhos caseiros, que se deterioram mais rápido com o calor”, reforça Rijane. Alimentos embutidos ou processados, não são recomendados por serem nutricionalmente desbalanceados, além de serem ricos em aditivos e conservantes.

Durante estes dias de festa os foliões perdem bastante líquido. Por isso, a hidratação é fundamental para garantir o bem-estar e a energia necessária para o pique momesco. “Em condições normais, devemos ingerir de 2 a 3 litros de água por dia. No Carnaval, com o consumo de bebidas alcoólicas, a dica é intercalar a ingestão de álcool com o consumo de água. Vale reforçar também que nunca devemos ingerir álcool com o estômago vazio, pois potencializa a ação da substância, além de desidratar o organismo”, ressalta a coordenadora de nutrição da SES. Suco de frutas naturais e água de coco também são bem-vindos para reidratar o organismo.


"Sempre que possível, fique atento à procedência do gelo utilizado nas bebidas, pois ele também pode ser fonte de contaminação. Vale lembrar que Pernambuco foi o primeiro estado brasileiro a lançar, em 2015, um selo sanitário para normatizar e fiscalizar a comercialização do gelo", lembra Rijane.

Em caso de surgimento de algum sintoma de infecção intestinal, as principais recomendações são aumentar o consumo de água, frutas e verduras para reidratar o organismo. “Se os sintomas persistirem, o folião deve procurar o posto de saúde mais próximo para avaliação da equipe”, finaliza Rijane Barros.

Confira mais dicas:


1. Beba bastante líquido - o ideal é consumir de 2 a 3 litros de água por dia. Você também pode investir na água de coco e nos sucos naturais de frutas, como o de uva, limão, acerola, laranja e melancia.

2. Coma frutas da estação - As frutas possuem vitaminas e minerais que auxiliam em diversas funções do organismo, como no processo de desintoxicação. Algumas das opções para esta época do ano são abacate, graviola, pinha, tangerina e seriguela.

3. Opte pelos vegetais verde-escuros - Alimentos como couve-manteiga, brócolis, rúcula e agrião também atuam no processo de desintoxicação, auxiliando, inclusive, no bom funcionamento do fígado. Portanto, são boas pedidas contra a ressaca.


4. Programe-se - Além de cortar o hábito nocivo do jejum, você deve fazer as três refeições principais (café-da-manhã, almoço e jantar) e pequenos lanches nos intervalos. Os lanches podem ser frutas frescas, desidratadas ou salada de frutas, assim como também as oleaginosas (castanhas e amêndoas).

#Saúde #SaúdeeBemEstar #alimentaçãosaudável #Alimentaçãosaudávelnocarnaval #DicasdeAlimentaçãonocarnaval #SESPE #nutrição

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar