• Cristiane Sales

Combate às Arboviroses: Pernambuco sela parceria com Mato Grosso do Sul


O secretário estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul, Carlos Coimbra, esteve, na manhã desta segunda-feira (26/11), na sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) para selar uma parceria com o Estado de Pernambuco. Na presença do secretário Iran Costa, foi assinado o termo de cooperação para uso do e-Visit@, aplicativo desenvolvido no Mato Grosso do Sul para qualificar o trabalho dos agentes de controle de endemias no combate às arboviroses. Com a transferência da tecnologia, a expectativa é melhorar as informações das visitas domiciliares e agilizar a consolidação dos dados.


O e-Visit@ foi criado após o aumento do número de casos de dengue no Mato Grosso do Sul nos anos de 2013 e 2015. Em 2016, o aplicativo começou a ser utilizado em um projeto-piloto no município de Bonito. No ano seguinte, a ferramenta passou a ser disponibilizada para outras cidades sul-mato-grossense. Atualmente, 56% dos municípios do Estado já fazem uso da tecnologia e os demais estão em adequação (24%) ou já aptos a utilizar (15%).


Para usar o aplicativo, os municípios selam uma parceria com o Estado, que capacita os profissionais e cede os smartphones para os agentes. O mesmo modelo de ação será feito em Pernambuco. “Esse aplicativo potencializa o trabalho dos agentes de endemia, tem sido importante para a redução dos casos das doenças provocadas pelo Aedes aegypti e também gera economia para o Estado”, afirma o secretário estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul, Carlos Coimbra. Ela ainda reforça a importância da troca de experiências e tecnologias entre os Estados.


Já o secretário de Saúde de Pernambuco, Iran Costa, lembra que o Estado “faz um trabalho reconhecido no controle das arboviroses e no combate ao Aedes aegypti. Com essa ferramenta, podemos qualificar ainda mais as nossas ações e continuar diminuindo as ocorrências. Isso significa mais saúde para os pernambucanos”.


E-VISIT@


Segundo a gerente do Programa de Vigilância das Arboviroses da SES-PE, Claudenice Pontes, o aplicativo irá substituir os relatórios impressos das visitas domiciliares realizadas pelos agentes de endemia. Com isso, além de evitar a utilização de papel e a necessidade de digitação pós-visita, haverá maior agilidade na consolidação das informações.


No aplicativo, os agentes poderão, com facilidade, localizar os imóveis a serem visitados, selecionar o tipo de visita a ser feita e digitar as informações necessárias, como os focos encontrados e tratados. Ainda é possível fazer upload de imagens. Todos os dados poderão ser compartilhados, em tempo real, como os gestores municipais e estaduais.


Atualmente, Pernambuco já está capacitando técnicos municipais e agentes de endemias de diversos municípios. Já passaram pelo treinamento as cidades de Abreu e Lima e Vitória de Santo Antão, além dos municípios da XII Gerência Regional de Saúde (Geres), com sede em Goiana. As Geres de Caruaru e Salgueiro serão capacitadas nesta semana.


Após as capacitações, os agentes de endemias irão utilizar os aplicativos e haverá uma avaliação pelo Estado desse uso. Em seguida, com os ajustes necessários realizados, o Estado fornecerá smartphones para que o trabalho seja efetivado.

#Saúde #SaúdeeBemEstar #Arboviroses #eVisit #ProgramadeVigilânciadasArboviroses #SESPE

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar