• Cristiane Sales

Eventos adversos de medicamentos e vacinas poderão ser notificados pelo VigiMed


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou ontem (23/10) a assinatura de um contrato com um centro colaborador da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a notificação de eventos adversos de medicamentos e vacinas.


O Uppsala Monitoring Centre (UMC) utiliza um sistema internacional de monitoramento, o VigiMed, para organizar melhor o fluxo de notificações, possibilitando a criação de relatórios mais precisos sobre a notificação de problemas com medicamentos no Brasil. A previsão é que o sistema comece a funcionar até o final deste ano.


O novo software é uma versão do sistema VigiFlow, utilizado pela OMS para o recebimento de notificações de eventos adversos. O VigiMed será coordenado pela Gerência de Farmacovigilância (GFARM) e substituirá o Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária (Notivisa), somente em relação à notificação de eventos adversos de medicamentos e vacinas. De acordo com a Agência, a transição entre os sistemas ocorrerá de forma gradual.


#Saúde #SaúdeeBemEstar #Anvisa #VigiMed #OMS #EventosAdversos

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar