• Rebeka Gonçalves

AVC: Neurologista tira dúvidas sobre a doença que causou a morte de Graça Araújo



No último sábado (08/09), morreu, aos 62 anos, a jornalista pernambucana Graça Araújo. A apresentadora sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico na quinta-feira (06/09). A morte ocorreu às 12h55, devido à falência múltipla nos órgãos, de acordo com o Hospital Esperança, unidade de saúde onde estava internada.


Segundo a Organização Mundial de Saúde, estima-se que, no mundo, uma em cada seis pessoas terão algum tipo de AVC. Já de acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, o AVC é a principal causa de morte e incapacidades. Cerca de 80% dos casos são do tipo isquêmico.


A repercussão do falecimento da apresentadora e o nível de gravidade da doença trouxe à tona a discussão da enfermidade, por isso, o Blog Saúde e Bem Estar conversou com a neurologista do Hospital Pelópidas Silveira, Camila Lyra para tirar todas as dúvidas sobre o AVC e como se prevenir.


SBE: O que é o AVC?


Camila Lyra: O acidente vascular encefálico é uma urgência médica e é caracterizado por sintomas neurológicos súbitos secundários a alterações nos vasos do cérebro. Podem ser isquêmicos, análogos ao infarto cardíaco, hemorrágicos ou devido a aneurismas, que causam hemorragias subaracnóideas – quando há o rompimento de aneurismas.


SBE: Quais os sintomas?


Camila Lyra: Os sintomas são de instalação súbita, em poucos minutos, e vão depender da área do cérebro afetada.


Alteração da força de um lado do corpo, podendo comprometer braços e pernas, desvio da boca para um lado, dificuldade de falar, que pode ocorrer em maior ou menor grau, dificuldade de enxergar, desequilíbrio com dificuldade de andar, e até alterações da sensibilidade em um lado do corpo.


SBE: Como é feito o diagnóstico?


Camila Lyra: O diagnóstico é feito através da anamnese, que é a coleta da história com o paciente ou familiares, exame físico e exame neurológico, um exame de imagem, que pode ser uma tomografia ou uma ressonância do encéfalo, ambas sem contraste. No AVC isquêmico, a tomografia pode ser inicialmente normal, sendo mais sensível para avaliar alterações hemorrágicas. Já a ressonância de encéfalo tem grande sensibilidade para detectar AVC precocemente.


SBE: Como é realizado o tratamento?


Camila Lyra: O tratamento do AVC depende do tipo e do tempo para o diagnóstico do paciente. O AVC isquêmico, se diagnosticado e avaliado de forma rápida, pode ser tratado com medicação venosa, chamada trombolítico, com intuito de dissolver o trombo que está causando isquemia e reverter ou diminuir os sintomas. Este tratamento tem contraindicações e deve ser orientado por um neurologista apenas quando os sintomas se iniciaram a menos de 4 horas e 30 minutos.


O AVC hemorrágico é causado principalmente por hipertensão arterial mal controlada. Forma-se um hematoma no encéfalo. Os hematomas pequenos podem ser apenas observados clinicamente e avaliados por tomografias de crânio de controle. Os hematomas extensos podem precisar de cirurgia para diminuir o tamanho e controlar os sintomas.


A hemorragia subaracnóidea, que é causada principalmente por aneurismas, pode ser classificada em 4 tipos, na escala de FISHER, sendo o 3 e 4 as formas de apresentação mais graves. Nestes casos, o aneurisma deve ser tratado ou cirurgicamente ou por arteriografia, um tipo de cateterismo, e alguns casos necessitam também de cirurgia para monitorizar a pressão dentro do encéfalo.


SBE: Quais os fatores de risco?


Camila Lyra: Os principais fatores de risco são hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto, sedentarismo, obesidade e doenças do coração, no caso de infarto, arritmias cardíacas e insuficiência cardíaca.


Alguns fatores genéticos também estão associados, principalmente quando existe histórico familiar de AVC em idade precoce, abaixo de 60 anos.


Algumas doenças autoimunes também podem ser causa de AVC, porém são mais raras do que os fatores já mencionados.


SBE: Como é possível se prevenir de ter um AVC?


Camila Lyra: Para evitar um AVC no futuro, deve haver um controle rigoroso da pressão arterial, diabetes e colesterol. Também é essencial manter um estilo de vida saudável com exercícios regulares.

#AcidenteVascularCerebral #AVC #ministériodasaúde #OMS #saúde #SaúdeeBemEstar

Artigo02.png
WhatsApp Image 2020-10-07 at 11.28.55.jp
Banner01.png
Arquivo

Copyright © 2018 Saúde e Bem Estar